29 de mai de 2011

Interessante: RCF Art 310 Suspensas em bumper


Durante a gravação do CD ao vivo da dupla Italo e Renno, na casa de shows Kangalha em Fortaleza-CE, tive a oportunidade de presenciar um experimento pra lá de interessante. Uma idéia do amigo Clebert da Tat Som me deixou satisfeito com a resposta sonora de um pequeno sistema bem conhecido, que por um lado ainda não tinha visto sendo usado nessa configuração.

Trata-se das famosas RCF Art 310, que são concebidas para uso em tripé e até mesmo como monitor de chão. Só que usá-las em modo Fly, ainda não tinha visto. Sei que o conceito de Line Array não se compara muito com esse projeto, mas se mostrou bem eficiente para lugares pequenos.

Em outro evento, já tinha visto as caixas como uma espécie de Center Fill, bem interessante por sinal. Eram três células de Art 310 em um bumper improvisado com cintas e Q-30.

No caso deste evento do Kangalha, foi inaugurado um bumper projetado exclusivamente para o acoplamento de 4 células. Só que no dia resolvemos fazer com apenas 3 caixas e nos surpreendeu mesmo assim. Foram utilizados 2 subs de 18” de cada lado.

Posso destacar o excelente timbre e pressão obtido na House Mix, mas ainda gostaria de observar a leitura que o Smaart faria sobre os sistema. Como ponto negativo, senti que a característica da RCF 310 em relação a dispersão lateral nas altas freqüências ainda fica a desejar, coisa comum mesmo usando no modo convencional em tripé. Mesmo usando apenas três caixas de alta, acho que poderia se utilizar mais sub´s. Daí se pode imaginar a presença sonora das caixas, que apesar de pequenas e em poucas quantidades, necessitam mais acompanhamento de graves.


Foto: Clebert, Eliabe, Eduardo, Tadeu e Rossy


Parabéns ao Clebert pela iniciativa e que o projeto possa ser aprimorado cada vez mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário