7 de mar de 2016

Que tal? Mais ação... menos falação...


Quem nunca se deparou ai com o tal sujeito que fala demais e pouco faz? De vez em quando o encontramos por ai. Seja na estrada ou nos famosos grupos de whatsapp. (Grupos da discórdia... rsrsrsrs). Gente que em alguns casos realmente tem muito conhecimento e não deixa de ser verdade o que fala. A questão é o quanto de experiência e vivência tem sobre o assunto. Nos dias de hoje somos levados a comentar e expor nossos pensamentos de forma tendenciosa. Levados porque alguém disse, alguém fez. É o famoso compre... beba... coma... que nos cerca.

Um exemplo surgiu de um post no facebook que questionei: Já viu a velha briga do analógico x digital? Qual era o melhor? Afinal, você fica onde nisso tudo? Tem gente, por exemplo, falando de analógico sem nunca ter feito um insert num canal. E o pior, fala com tanta propriedade que você pensa vir de alguém com tanta vivência. Como por outro lado os que defendem a tecnologia atual, desprezando um passado tão valioso sem ter vivido.

CONHECIDO X RECONHECIDO

Sim, considero muito essa relação. Talvez sejamos conhecidos por muitos, afinal a internet nos proporcionou isso com as redes sociais. Mas reconhecimento é algo que o tempo e as pessoas são capazes de dizer. Talvez a vontade de ser visto a qualquer custo leve a isso.

Enchemo-nos de orgulho com o estudo, com o currículo enfim... Parece até um crachá (hahahahahahaha) Há certo exagero nos dias de hoje em se auto-promover. Mas quem somos nós afinal? Que tal que as pessoas tivessem a oportunidade de avaliar nosso conhecimento e principalmente nossas atitudes. Somos bons profissionais? Somos boas pessoas? O acesso a informação de certa forma nos trouxe um nivelamento que considero às vezes cruel. Todos tem opinião sobre tudo, tem as suas verdades e defendem como grandes conhecedores.

A reflexão feita aqui não se aplica como regra, longe de querer criar moldes. Mas considero uma boa experiência de vida e gostaria de compartilhar.


Que tal mais som e menos barulho?

Abraço a todos os amigos do áudio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário