7 de mai de 2015

Vai receber uma banda na sua Igreja? E agora?






Fazendo algumas avaliações em boa parte positivas nas igrejas e eventos que andamos, ainda percebemos algumas questões a serem melhoradas no que diz respeito ao som do evento.

Ter convivido tanto no âmbito profissional como também ter feito parte do ministério de som da igreja, me deu clareza ao observar as situações técnicas que acompanhamos. Sabemos que muitas igrejas ainda não dispõe de equipamentos de ponta, equipe ou até mesmo uma pessoa capacitada para tal na função ao ponto de liderar voluntários.

Não quero aqui comentar os motivos que levam a isso, mas acredito que preparar e treinar bem essas pessoas é tão importante quanto ter bons equipamentos. Estive em templos que fiquei assustado com tanta estrutura e pessoas que não tinham total conhecimento dos equipamentos que ali estavam responsáveis.  Quando não, vemos uma estrutura mais humilde e um pessoa totalmente preparada para o que se propõe. São extremos que as vezes nos deixam assim pensativos. Claro, não é via de regra.


Deixo algumas dicas e conselhos para você que vai receber algum grupo musical convidado na sua igreja:
  • Se o grupo possui um Rider Técnico*, faça o possível para seguir as recomendações. Fique esperto principalmente com distribuição de energia no palco como é solicitado. (Vixe... Faltou extensão...) Isso não é algo legal de ouvir na hora da passagem de som.
  • Tenha sempre seus cabos e extensões revisados para evitar perder tempo com troca dos mesmos durante os testes.  Marque uma revisão periódica nos seus equipamentos, você verá o bom resultado com tempo.
  • Mesmo que você atenda todas as especificações que a banda/grupo necessita, antecipe-se em fazer um contato telefônico com o responsável da banda. Não esperem ligar pra você. Isso é uma questão de profissionalismo e gentileza.
  • Se vai alugar algum sistema de reforço para o local, certifique-se que o mesmo estará ligado e testado antes da passagem de som estabelecida. De preferencia já alinhado e pronto para iniciar a checagem de som. Acredite, todos da banda querem terminar essa passagem de som o quanto antes.
  • Tenha pessoas na equipe dispostas a ajudar no carregamento dos equipamentos no local do evento. Isso ajuda muito e com certeza é uma marca de organização e zelo.
  • Evite muitas perguntas durante a montagem. Concentração de todos os envolvidos na passagem de som é essencial para um trabalho bem feito. Haverá momento certo para essa conversa.


Carlos Rossy









Nenhum comentário:

Postar um comentário